26 de agosto de 2009

Guia Cruzada
















Era linha de frente na ala de cuíca,
já viu muita cabrocha envelhecer.
O seu ronco encobria os "tarol" e as "ripa",
no samba, botava pra ferver.
No talabarte a cuíca cobria o coração,
num alguidá é que ele molhava o gorgurão.

Era linha de frente na ala de cuíca,
já viu muitos "apitador" cair.
Sua bronca era gente de classe mais rica
que vinha em fevereiro querendo sair.
Sua cuíca rugia, dizia:
Não! Tão loteando as "faixa" do nosso pavilhão.

Nego tirava: — Sempre arrumando confusão!
Outro calava tirando a mesma conclusão.

Mas era Xogum Guia Cruzada
Prum lado Xangô,
Pro outro Ogum.

Você, desavisado
curtindo o seu reinado
no "vende/compra" qualquer um.
No teu mapa da mina,
o X em cada esquina,
indica que tem lá mais um
Igual a Xogum Guia Cruzada
Oxé de Xangô
Na mão de Ogum

Era linha de frente na ala de cuíca,
Anhembí, Tiradentes, São João.
Adorava contar como era bonita
a avenida antes da televisão.
Sua cuíca era ferro com ronco de trovão,
Por minha parte, Xogum tava sempre com a razão.

Douglas Germano - 24/08/09

3 comentários:

Everaldo Efe Silva disse...

Maravilhosa, Douglão! Belíssima!
Parabéns é pouco, cara!

abraço,
Everaldo

Gelton Cruz disse...

Estou apaixonado por suas músicas Douglas. Essa muito especial!!!!

Douglas Germano disse...

Obrigado, Gelton! Abraço!