16 de janeiro de 2013

Falta pouco...






De Palmares ao Tamborim
David Corrêa e Jorge Macedo

Meu samba toma açoite sem medo
Me revela o segredo da liberdade
Desengana os que enganam,revelando os que mandam
Nos festejos anuais
Esta ideologia é filosofia louca
A juventude não se ilude

Com mel e gosto de fel amargando na boca (Bis)

Desperta,gigante adormecido
Porque calado não faz sentido
Chegou a hora de mostrar ao mundo inteiro
Este Brasil brasileiro
um mulato faceiro de agora.
Já não és menino,
por que sofres tão calado??
Os ideais 
E esse seu povo não pode ser sacrificado

Que desamor, ôôô
Sonhei que levaram meu tamborim
Ai que dor, ai que dor!!
No sonho roubaram o Brasil de mim(2x)

Um comentário:

Everaldo Efe Silva disse...

Batucada, suor, ouriço e vai que chega. Que beleza!