16 de maio de 2012

Finalistas do 23º Prêmio da Música Brasileira

Orí estará lá

Extra, extra! Conheça os finalistas da 23ª edição do Prêmio da Música Brasileira!
Os vencedores de cada categoria serão anunciados no dia 13 de junho, na cerimônia no Theatro Municipal do Rio de Janeiro! Agora é só torcer!
FINALISTAS PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA 2012

CATEGORIA: ARRANJADOR

Dori Caymmi - álbum ‘Urubupeba’, de Antonio Carlos Bigonha
Gilson Peranzzetta - álbum ‘Iluminado’, de Dominguinhos
Mario Adnet - álbum ‘+ Jobim Jazz’, de Mario Adnet

CATEGORIA:  MELHOR CANÇÃO

‘Arrasta a Sandália’. Compositores: Dayse do Banjo e Luana Carvalho. Intérpretes: Beth Carvalho e Zeca Pagodinho, em ‘Nosso Samba Tá Na Rua’
‘Sinhá’. Compositores: João Bosco e Chico Buarque. Intérpretes: Chico Buarque e João Bosco, em ‘Chico’
‘Zoeira’. Compositores: Moacyr Luz e  Hermínio Bello de Carvalho. Intérprete: Áurea Martins, em ‘Depontacabeça’

CATEGORIA: PROJETO VISUAL

Dalua e Mestre Maurão - álbum ‘O Samba de Roda de Dalua e Mestre Maurão’. Projeto: Gringo Cardia
Herbert Lucena - álbum ‘Não Me Peçam Jamais Que Eu Dê De Graça Tudo Aquilo Que Eu Tenho Para Vender’. Projeto: Evandro Borel
João Parahyba -  álbum ‘O Samba no Balanço do Jazz’. Projeto: Bijari

CATEGORIA: REVELAÇÃO

Criolo
Filipe Catto
Herbert Lucena

CATEGORIA: CANÇÃO POPULAR

MELHOR ÁLBUM

‘Cauby Ao Vivo – 60 Anos de Música’, de Cauby Peixoto. Produtor: Thiago Marques Luiz
‘Eu Voltei’ , de Angela Maria. Produtor: Thiago Marques Luiz
‘Duas Faces - Jam Session’ , de Alcione. Produtor: Alexandre Menezes

MELHOR DUPLA

Bruno & Marrone / ‘Juras de Amor’
Chitãozinho & Xororó / ‘Sinfônico 40 anos’
Rionegro & Solimões / ‘Virou Festa!'

MELHOR GRUPO

Banda Calypso / ‘Meu Encanto Vol.16’
Banda Signus / ‘Em Busca de Você’

MELHOR CANTOR

Agnaldo Timóteo / ‘A Força da Mulher’
Cauby Peixoto / ‘Cauby Ao Vivo – 60 Anos de Música’
Fábio Jr. / ‘Íntimo‘

MELHOR CANTORA

Alcione / ‘Duas Faces – Jam Session’
Angela Maria / ‘Eu Voltei’
Célia / ‘Outros Românticos’

CATEGORIA: INSTRUMENTAL

MELHOR ÁLBUM

‘Iluminado’, de Dominguinhos. Produtor: Zé Américo Bastos
‘Mafuá’, de Yamandu Costa. Produtor: Peter Finger
‘The Art of Samba Jazz’, de Dom Salvador Sextet. Produtor: Dom Salvador

MELHOR SOLISTA

Dominguinhos / ‘Iluminado’
Hamilton de Holanda / ‘Brasilianos 3’
Yamandu Costa / ‘Mafuá’

MELHOR GRUPO

Dom Salvador Sextet / ‘The Art of Samba Jazz’
Quinteto Villa-Lobos / ‘Ernesto Nazareth’
Zimbo Trio / ‘Autoral’

CATEGORIA: MPB

MELHOR ÁLBUM

‘Chico’, de Chico Buarque. Produtor: Luiz Claudio Ramos
‘É Luxo Só’, de Rosa Passos. Produtores: Renata Borges e Luiz Felipe Caetano
‘Poesia Musicada’, de Dori Caymmi. Produtor: Dori Caymmi

MELHOR GRUPO

5 a seco / ‘Ao vivo no Auditório Ibirapuera’
Passo Torto / ‘Passo Torto’
Quarteto Primo / ‘Dorival’

MELHOR CANTOR

Cauby Peixoto / ‘A Voz do Violão’
Dori Caymmi / ‘Poesia Musicada'
Filipe Catto / ‘Fôlego’

MELHOR CANTORA

Áurea Martins / ‘Depontacabeça’
Mônica Salmaso / ‘Alma Lírica Brasileira’
Rosa Passos / 'É Luxo Só'

CATEGORIA: POP/ROCK/REGGAE/HIPHOP/FUNK

MELHOR ÁLBUM

‘Nó na Orelha’, de Criolo. Produtores: Marcelo Cabral e Daniel Ganjaman
‘Tempo de Menino’, de Pedro Luis. Produtores: Rodrigo Campello e Jr. Tostoi
‘Todo Dia é o Fim do Mundo’, de Lula Queiroga. Produtores: Lula Queiroga e Yuri Queiroga

MELHOR GRUPO

Agridoce / ‘Agridoce’
Graveola e o Lixo Polifônico / ‘Eu Preciso de Um Liquidificador’
Mundo Livre S/A / ‘Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa’

MELHOR CANTOR

Caetano Veloso / ‘Zii e Zie ao Vivo’
Criolo / ‘Nó na Orelha’
Seu Jorge / ‘Músicas para Churrasco Vol.1’

MELHOR CANTORA

Gal Costa / ‘Recanto’
Marisa Monte / 'O que Você quer Saber de Verdade'
Zélia Duncan / ‘Pelo Sabor do Gesto – Em Cena’

CATEGORIA: REGIONAL

MELHOR ÁLBUM

‘Na Eira’, de Ponto Br. Produtor: André Magalhães
‘Não Me Peçam Jamais Que Eu Dê De Graça Tudo Aquilo Que Eu Tenho Para Vender’, de Herbert Lucena. Produtores: Herbert Lucena e Alexandre Rasec
‘Samba de Latada Ao Vivo’, de Josildo Sá & Paulo Moura. Produtores: Wagner Santos e Josildo Sá

MELHOR DUPLA

César Oliveira & Rogério Melo / ‘Rio-Grandenses (Volume I – Histórico e Volume II - Convidados)'
Kleuton e Karen / 'Genuinamente Caipira’
Luiz Augusto & Amauri Garcia / ‘Meu Interior’

MELHOR GRUPO

Pé de Mulambo / 'Segura Essa Munganga Aí, Menino!'
Ponto Br / ‘Na Eira’
Quinteto Violado / '40 anos’

MELHOR CANTOR

Chico Teixeira / ‘Mais Que o Viajante'
Herbert Lucena / 'Não Me Peçam Jamais Que Eu Dê De Graça Tudo Aquilo Que Eu Tenho Pra Vender'
Silvério Pessoa / ‘Collectiu – Encontros Occitans’

MELHOR CANTORA

Kátya Teixeira / ‘Feito de Corda e Cantiga’
Roberta Nistra / ‘Roberta Nistra’
Socorro Lira / ‘Lua Bonita - Zé do Norte 100 anos’

CATEGORIA: SAMBA

MELHOR ÁLBUM

'Em Boas e Mais Companhias' , de Ivor Lancelotti. Produtor: Família Lancelotti
‘Fabiana Cozza’, de Fabiana Cozza. Produtor: Paulão 7 cordas
‘Nosso Samba Tá Na Rua’, de Beth Carvalho. Produtor: Rildo Hora

MELHOR GRUPO

Casuarina / 'Trilhos - Terra Firme'
Fundo de Quintal / 'Nossa Verdade'
Sururu na Roda / 'Se você me ouvisse - 100 Anos de Nelson Cavaquinho'

MELHOR CANTOR

Arlindo Cruz /  ‘Batuques e Romances’
Douglas Germano / ‘Orí’  (!) a exclamação é minha.
Leandro Lehart / 'Ensaio de Escola de Samba'

MELHOR CANTORA

Aline Calixto / ‘Flor Morena’
Beth Carvalho / 'Nosso Samba Tá Na Rua'
Fabiana Cozza / ‘Fabiana Cozza’

FINALISTAS - ESPECIAIS

DVD

Caetano e Maria Gadú - ‘Multishow Ao Vivo’. Diretores: Gualter Pupo e Fernando Young
Chitãozinho & Xororó - ‘Sinfônico 40 anos’. Diretor: Cassio Amarante
Djavan - ‘Ária ao vivo’. Diretores: Gabriela Gastal e Gabriela Figueiredo

ÁLBUM LÍNGUA ESTRANGEIRA

‘Goodnight Kiss' - Delicatessen. Produtores: Beto Callage e Carlos Badia
‘Pure Gold’ - Boss in Drama. Produtor: Péricles Martins
‘Short Stories’ - Babi Mendes. Produtor: Flávio Medeiros

ÁLBUM ERUDITO

'Dvorak-Bruch' - OSESP- Antonio Carlos Meneses, Cláudio Cruz e John Neschling. Produtor: Uli Schneider
'Liszt: Harmonies Du Soir' - Nelson Freire. Produtor: Dominic Fyfe
'Tchaikovsky - Sinfonia Nº 5 - A Tempestade' - OSESP- Fabio Mechetti e John Neschling. Produtor: Uli Schneider

ÁLBUM INFANTIL

‘Crianceiras’ - Márcio de Camillo. Produtor: Márcio de Camillo
‘Embolada' - Rita Rameh e Luiz Waack. Produtores: Luiz Waack e Rita Rameh
‘Par ou Ímpar’ - Kleiton & Kledir. Produtores: Kleiton & Kledir

ÁLBUM PROJETO ESPECIAL

'Liebe Paradiso' - Celso Fonseca e Ronaldo Bastos. Produtor: Duda Mello
'O Samba Carioca de Wilson Baptista' - Vários artistas. Produtor: Rodrigo Alzuguir
'Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo' - Vários artistas. Produtor: Sérgio Mendonça

ÁLBUM ELETRÔNICO

‘Incoming Jazz’ - Projeto CCOMA. Produtor: Projeto CCOMA
'Lá Onde Eu Moro' - João Hermeto. Produtor: João Hermeto
'New Perspective' - Gustavo FK. Produtor: Gustavo FK
 

5 comentários:

Arnon Gonçalves disse...

Rapaz, que irado. Parabens!
(particularmente, faltou a indicação pra disco de samba também)

Everaldo Efe Silva disse...

Parabéns, Doglão!!!!!!!! E cê canta muito bem sim, meu!!!!!!! É dez! Nota dez!
bração!

Tânia Viana disse...

Ontem deitei-me na cama e abri novamente meus ouvidos para “ORI”
Mas desta vez, não fui buscar deleite.
Fui procurar defeitos...
Fui procurar o “por quê” desta exclamação colocada por você diante do teu nome na lista de finalistas do Prêmio de Música.
Fui com gana!
Ajeitei-me na cama, no quarto escuro, pra aguçar a escuta...
Fui procurar Pelo em Ovo.
Botei o “Ori” pra girar...
Descobri que o “Ori” que ouvi ontem é muito diferente do que ouvi há um ano atrás, quando você o colocou pra girar por estas bandas onde hoje escrevo.
É diferente porque está vivo!!!
É a Gênese da faixa tema.
É a síntese do Espólio.
É a antítese do Obá Iná...
É isso mesmo, Germano, não há justiça sem amor...
Por isso o roteiro trágico do Damião, o fundo do poço de Gota a gota;
A perversidade de Falha humana e o desapego da Canção de “Des-meninar”... (peço permissão para o hífen!)
É a maré cheia de Jaci que vem se juntar aos sacis e alçapões mágicos que a antecedem em busca de reconstruir o universo idílico.
A sinceridade de amores parecidos... Seu Ferreira, apaixonado e teu coração, apaixonado também, pela vila mais linda do teu país!!!
É a esperança do broto que surge e ri, de tudo que foi dito e ainda está por ser aprendido...
Deslizando por este discurso, descobri que ORI não é um disco bonito!
Bonito só, não!!!
É um disco pensado, narrado, roteirizado.
Não tem nada de catado, nada de graça, nada desamarrado.
É um presente finamente lapidado, embrulhado e arrematado com laços de fita de cetim.
Estes meus ouvidos cruéis encontraram violões que gingam e brincam como se fossem cavaquinhos, atabaques que quizombam, harmonias que sugerem caminhos e que surpreendem na conclusão!
Encontrei reverência e gratidão, generosidade e abundância de discurso pleno de razão.
Não tem nada vazio lá.
Nada foi de graça.
Fui com o ouvido disposto a encontrar defeito e depois de tanto procurar, me vi obrigada a voltar aqui pra agradecer....
Agradecer pelas lágrimas que botaram desse meu olhar já tão seco de beleza. Agradecer pelo prazer que veio pra acariciar estes meus ouvidos, já tão cansados de tanta música sem nada pra dizer.
Obrigada Douglas.
Tem muita vida no teu Ori.
Vida talhada a cinzel, forjada a ferro e fogo, poesia dura e rascante escrita com sangue da tua veia que pede pra transbordar....
Transborda que a gente agradece!
Eu, pelo menos, declaro-me eternamente grata.

Mure disse...

Parabéns! Realmente o CD é ótimo.

Douglas Germano disse...

Obrigado, Tâni!
Adorei teu olhar sobre Orí.
Beijo.

Obrigado, Mure!