4 de outubro de 2011

O PERFEITO IMBECIL...

2. o comediante imbecil politicamente incorreto: sua visão de humor é a do bullying. Para ele não existe o humor físico de um Charles Chaplin ou Buster Keaton, ou o humor nonsense do Monty Python: o único humor possível é o que ri do próximo. Por “próximo”, leia-se pobres, negros, feios, gays, desdentados, gordos, deficientes mentais, tudo em nome da “liberdade de fazer rir.” Prega que não há limites para o humor, mas é uma falácia. O limite para este tipo de comediante é o bolso: só é admoestado pelos empregadores quando incomoda quem tem dinheiro e pode processá-los. Não é à toa que seus personagens sempre estão no ônibus ou no metrô, nunca num 4X4. Ri do office-boy e da doméstica, jamais do patrão. Iguala a classe política por baixo e não tem nenhum respeito pelas instituições: ...LEIA MAIS...

3 comentários:

Everaldo Efe Silva disse...

Qualquer lembrança dos auto-referentes, narcisistas e arrogantes """humoristas""" dos cqcs da vida cansa, quando não repulsa.

Everaldo Efe Silva disse...

Este "politicamente incorreto" quer-se "inteligente" e diz que é "chato" quem se opõe às suas pérolas. Pode até cansar, inclusive, mas me recordando de que esses mesmos perfeitos imbecis foram protagonistas e/ou simpáticos ao golpista e elitista "Cansei", retiro o "cansaço". Dedico-lhes apenas minha repulsa e o apoio a toda crítica racional e contundente, como a do artigo em destaque.

Anônimo disse...

É isso,

Modus Viventi Paulistano...

Até quando?