8 de fevereiro de 2011

PRA BOM ENTENDEDOR,

Topei com esta pesquisa no site da Band News.
Resolvi votar. Depois da ação, aparece o resultado.






clique na imagem para ampliar



















Para mim, particularmente, isto tem um significado amplo. Muito além do ser ou não ser folião. Desenha a cara desta cidade (entre rios), que detesta preto, periferia, samba, suor e ouriço. Esta cidade de gente cada vez mais sem graça e sem humor, consumista, materialista e por isto mesmo, cada vez mais dependente de livros de auto ajuda, igrejas, terapeutas e receitas milagrosas.

Nos dias de Momo, estarão eles com pregadores no nariz, tomando seus cafés da manhã lendo a você S/A e Imaginando o glamour e como deve ser animado o carnaval de Veneza.
Confiram no site da BandNews

6 comentários:

Everaldo Efe Silva disse...

E essa turma considera que quem desfila é um sujeito de outro planeta.

Ana Paula Saab disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Paula Saab disse...

Pois é, Douglas. Só que o próprio Everaldo F. Silva me informou dia desses que nem nas escolas de samba de São Paulo se faz samba mais (fora do carnaval). Então me parece que há também um movimento endógeno. Escolas de samba transformadas em negócios nem sempre lícitos), em palanques para quem quer aparecer, disputas de poder... Deu no que deu, não é não? Abração.

Douglas Germano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Douglas Germano disse...

É isso mesmo, Paula. Perfeito!

Sou apaixonado por carnaval e por minha escola. Por outro lado, tenho claro que para esta paixão sobreviver, ela tem que ficar lá, parada na minha memória. Congelada entre meus 13 e 21 anos.

Anônimo disse...

Pusta viagem, preconceituoso é o post.